Justiça de Santa Adélia autoriza aborto de feto de 11 semanas sem cérebro

Fonte: Estadão

A Justiça de Santa Adélia, no noroeste paulista, autorizou uma gestante de 11 semanas a abortar um bebê sem cérebro. A mãe, cujo nome não foi divulgado, foi notificada ontem e recebeu 120 dias de prazo para interromper a gravidez. A sentença, dada em alvará concedido pelo juiz Rodrigo Risse Fernandes, foi o segundo caso de liberação de aborto de anencéfalo na região nos últimos dias. Na semana passada, em análise de recurso ajuizado por um casal de São José do Rio Preto, o Tribunal de Justiça autorizou uma gestante de 24 semanas a interromper a gravidez pelo mesmo motivo. O aborto foi feito no Hospital de Base de Rio Preto na semana passada.

Nos dois casos, os defensores das mães conseguiram provar, com exames clínicos, que os bebês não viveriam mais que alguns dias e que a continuidade de gestação traria risco à saúde das gestantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s